Corrupção provoca rombo milionário no Amapá

OPERAÇÃO ECLÉSIA - Policiais transportam computadores e documentos apreendidos durante diligência realizada no à época Anexo da Assembleia Legislativa do Amapá
OPERAÇÃO ECLÉSIA – Policiais transportam computadores e documentos apreendidos durante diligência realizada no à época Anexo da Assembleia Legislativa do Amapá – (Fotos: Emanoel Reis)

Um balanço parcial das ações e denúncias ofertadas pelo Ministério Público Estadual (MP-AP) e pelo Ministério Público Federal (MPF/AP), com base em provas colhidas no curso das investigações que originaram as operações “Mãos Limpas” (de setembro de 2010) e “Eclésia”, (maio de 2012) revela um rombo de R$ 176 milhões nos cofres públicos do Amapá. O cálculo toma por base as ações penais e de improbidade administrativa ofertadas até o momento junto ao Tribunal de Justiça do Amapá (TJAP) e Justiça Federal.
Duas toneladas de provas colhidas durante a operação “Mãos Limpas”, nos autos do inquérito policial 681/AP, foram analisadas pelo Ministério Público Federal do Amapá, depois encaminhadas pelo ministro Otávio Noronha, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), que mandou deflagrar a operação de 2010. Após minuciosa análise da documentação, os procuradores da República deram início às primeiras ações contra os envolvidos no esquema e que foram ajuizadas na Justiça Federal.
Nas ações penais, recebidas pela Justiça Federal, o MPF acusa 47 pessoas, entre os quais ex-secretários de Estado, servidores públicos e empresários de fraudes na Superintendência Federal de Agricultura, nas Secretarias Estaduais de Saúde, de Educação e de Justiça e Segurança Pública. (Leia Mais Em Política)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s