Equívoco de Waldez deixa milhares de alunos à mercê da bandidagem

REAÇÃO - Indignados com a decisão do governador Waldez Góes, estudantes realizam manifestações em diversas escolas de Macapá
REAÇÃO – Indignados com a decisão do governador Waldez Góes, estudantes realizam manifestações em diversas escolas de Macapá
Reportagem: Emanoel Reis

Desde quando o governador Waldez Góes (PDT-AP) decidiu encerrar o contrato de vigilância patrimonial nas escolas da rede estadual, alegando situação econômica pré-falimentar do Estado, o número de assaltos e arrombamentos ocorridos nas instituições públicas aumentou de forma assustadora, principalmente à noite.
O problema alcançou níveis tão alarmantes que professores e alunos das escolas “Maria Cavalcante”, “Maria Mãe de Deus”, “Brasil Novo” e “Ruth Bezerra”, localizadas na Zona Norte de Macapá, paralisaram as atividades para pedir mais segurança. As escolas foram alvos de recentes furtos e assaltos. Há três semanas, estão sem vigilantes.
Na escola “Ruth Bezerra”, no bairro São Lázaro, os manifestantes chegaram a interditar a avenida Tancredo Neves, principal via de acesso para o Centro da capital. A diretora adjunta, Wilza Souza, relata que recentemente dois adolescentes invadiram a escola, assaltaram alunos e espancaram uma professora. (Leia Mais Em Cidade)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s