A vitória da mudança

O que esperar do governo Camilo Capiberibe?

Emanoel Reis

Na praça do Coco
Camilo Capiberibe antes do discurso da vitória

Esta é a pergunta que jovens e adultos amapaenses passaram a se fazer a partir de domingo, 31 de outubro, quando o deputado estadual Camilo Capiberibe (PSB) consagrou nas urnas, com 170.227 votos, sua vitória, em segundo turno, para o governo do Estado do Amapá. A questão vem sendo debatida nos últimos dias em todos os segmentos da sociedade, principalmente entre aqueles que por oito anos acompanharam o desmantelamento da economia e o sucateamento da máquina pública.
Tem quem esteja esperando muito de Camilo logo nos primeiros meses de mandato. Fazer esse “muito” em tão pouco tempo será quase impossível diante dos graves problemas deixados pelos antecessores. Também há aqueles que, observando pelas frestas do tempo, na semi escuridão de suas mentes conturbadas, acreditam que Camilo agirá contra quem passou oito anos sovando os costados de sua família nas emissoras de rádio e nos jornais.
Nem uma coisa ou outra. Camilo já disse que não é “salvador da pátria”. E vem repetindo isso em conversas com aliados próximos e nas entrevistas que concede já como governador eleito. Portanto, esperar que ele faça milagres significa desconhecimento do que aconteceu no Amapá em passado recente. Ao contrário do que alguns aguardam, até com ansiedade doentia, o futuro governador não demonstra ter espírito revanchista. Não é do perfil dele perseguir adversários, mesmo os que se esmeraram no achincalhe moral e político de seus familiares.
Igualmente não se deve esperar de Camilo condescendência com os malfeitos – tanto faz se praticados por aliados de longas datas ou pelos mais novos convertidos à sua causa. Sim, Camilo tem uma causa. E em quase quatro anos de mandato como deputado estadual, valeu-se dela na Assembleia Legislativa do Estado do Amapá para combater com ferocidade a corrupção deslavada, o desvio de recursos da Saúde, a malversação na Educação, o enriquecimento ilícito de parentes, amigos e aliados do ex-governador. Por isso, ganhou visibilidade estadual e nacional. E se firmou como oposicionista de extrema coerência em seus atos pessoais e políticos.
Parlamentar sólido em suas bases, grave nos seus princípios, estável nos seus métodos, Camilo construiu a sua popularidade expondo do plenário da AL o ventre bojudo dos chacais homiziados no Palácio do Setentrião. Travou a guerra de um homem só. Contudo, teve acuidade e sabedoria para pelejar com adversários poderosos e finórios sem chamuscar a pele dos aliados. Tantas vezes incompreendido, e injustamente criticado, inclusive, por membros da Imprensa que hoje aproximaram-se dele vislumbrando vantagens inconfessas, o deputado e atual governador eleito manteve a fé em sua causa. E um homem defendendo uma causa justa, é praticamente imbatível.
O futuro governador já demonstrou habilidade para conviver com os contrários. E nos últimos meses, revelou-se competente negociador político atraindo para sua coligação lideranças antes proeminentes nas trincheiras adversárias. Exerce em sua plenitude a máxima de que em política não existem inimigos definitivos.
Portanto, espera-se de um governo Camilo Capiberibe transparência na gestão dos recursos públicos, investimentos maciços nas áreas sociais, intolerância com os incompetentes e malversadores, combate ferrenho ao nepotismo, rigor e parcimônia com o dinheiro do povo. E para quem lançou os alicerces de sua trajetória política combatendo a corrupção, certamente Camilo Capiberibe sabe que o inimigo ficará os próximos quatro anos à espreita.
Dessa forma, terá de mostrar à população do Amapá ser possível, sim, governar com autoridade, sem ser autoritário. Terá de provar aos descrentes e ainda reticentes que decência e honestidade são capazes sim de promover profundas mudanças na história de um povo.
É isso o que todos que realmente amam o Amapá esperam do governo Camilo Capiberibe.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s