Jornalistas na mira do Judiciário

Está cada vez mais difícil exercer a plena liberdade de imprensa no Brasil. Principalmente com a decisão do STF na semana passada, quando “(…) considerou inadequado e arquivou o pedido (…) [do jornal O Estado de S. Paulo] para que fosse extinta a censura prévia que sobre ele se vem abatendo há vários meses. Os fundamentos da decisão apontam para razões formais, processuais, mas seu efeito de mérito é inequívoco: O Estado de S. Paulo segue impedido de publicar notícias sobre a Operação Boi Barrica, da Polícia Federal, que investiga atividades do empresário Fernando Sarney, filho do presidente do Senado, José Sarney”, conforme artigo intitulado “Os juízes vão editar os jornais?”, do professor e jornalista Eugênio Bucci, veiculado no http://www.correaneto.com.br. Vale a pena conferir.
Outro episódio igualmente revelador sobre a questão liberdade de imprensa e o uso dos mecanismos da Justiça para calar jornais (empresas de Comunicação) e jornalistas pode ser conhecido no artigo “O império da violência”, do jornalista Lúcio Flávio Pinto, publicado no http://www.jornalpessoal.com.br (para acessá-lo é preciso ter um nome de usuário e uma senha; mas é fácil e rápido obter os dois). Lúcio volta a relatar a agressão física praticada contra ele pelo mega empresário do setor da Comunicação em Belém (PA), Ronaldo Maiorana, comenta sobre o espantoso volume de processos contra si que estão tramitando no Tribunal de Justiça do Estado do Pará e discorre sobre o posicionamento de certas lideranças da OAB-PA sobre o caso.
Essas questões precisam ser amplamente debatidas por quem tem a notícia como matéria-prima e ferramenta de trabalho. Este é o momento.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s