BLOG AMAPÁ EM DIA

Sem boa informação, não existe vida inteligente

Rio Amazonas vira depósito de lixo a céu aberto

Elcio Barbosa
Colaborador

Meio Ambiente

Estudantes identificam áreas das margens do rio Amazonas mais castigadas pela poluição

Nos últimos 30 anos, o rio Amazonas vem sendo castigado pelo despejo diário de dejetos provenientes dos esgotos que cortam a cidade. Três canais foram construídos estrategicamente pelo poder público para drenar as águas pluviais (da chuva) que caem sobre Macapá e são despejadas nos canais do Beirol, Perpetuo Socorro e da avenida Mendonça Junior.
O que se observa ao longo do tempo é a contínua poluição do rio Amazonas, mais

Manancial sob ameaça

Rio Amazonas um dos principais cartões postais de MCP está se tornando uma lixeira aquática

especificamente às proximidades da Fortaleza de São José de Macapá. Pessoas que utilizam o calçadão da praça do Forte para fazer a tradicional caminhada com o objetivo de manter o corpo em forma, reclamam do mau cheiro que exala da área onde o canal da Mendonça Junior despeja diariamente toneladas de detritos.
A autônoma Suzane Holanda, 29 anos, lamentou que a situação tenha chegado ao limite do suportável. Segundo comentou, o rio Amazonas é um dos principais cartões postais da capital do Estado, por isso, merecia mais atenção e respeito. “Algumas pessoas, alheias à preservação ambiental, jogam nas margens do rio garrafas e latas de bebidas vazias, além de sacos e restos de material de construção. Isso é lamentável.”
Para a professora e estudante de Odontologia Tazia Holanda, 24 anos, a falta de saneamento básico em Macapá e a ausência do poder público municipal têm contribuído sobremodo para aumentar o nível de poluição do rio Amazonas. “Em vez de gastar dinheiro com carnaval e outras manifestações culturais que, sem dúvida, também são importantes, os gestores deveriam igualmente investir em saneamento básico. Se isso acontecesse, o rio Amazonas não estaria desse jeito, tão poluído. Mas isso é coisa que não dá retorno político”, lamentou
Walber Guimarães, supervisor de minas no município de Serra do Navio reforça que os governantes deveriam usar os recursos de forma correta. Ele diz que o poder público tem que rever o canal e melhorar a rede de drenagem das águas separando uma situação da outra.

Aumento populacional e falta de investimentos são as causas principais
Os dejetos que provocam mal cheiro, e que são lançados todos os dias no rio Amazonas, há tempos chama atenção de quem passa pelo local. Segundo o engenheiro civil João Lamarão em frente à Macapá está localizada a Rede Coletora de Esgoto chamada de Bacia da Fortaleza. Ele conta que em 1970 houve a construção do muro de arrimo da frente da cidade juntamente com a ocupação dessa área. Em meados de 1960, os canais começaram a ter problemas, por isso, foi feito uma alteração no canal da rua Mendonça Junior, e construído o sistema de drenagem urbana para água pluvial no lugar.
Conforme o engenheiro, foi construído o sistema de esgoto sanitário, no entanto, ao longo do tempo a densidade populacional dessa região aumentou muito e os investimentos em esgoto sanitário não ocorreram adequadamente, acompanhando o crescimento da população local.
Com o passar do tempo, narra Lamarão, a rede que estava redimensionada para uma capacidade extrapolou o limite, ou seja, hoje ela está trabalhando além da capacidade normal. Como não houve investimento na Bacia da Fortaleza, ela foi se deteriorando. Hoje o sistema de esgoto sanitário do centro de Macapá está comprometido, e isso ocorre por que não há para onde jogar o esgoto.
“A população está fazendo uma coisa errada, jogando o esgoto sanitário junto com o esgoto pluvial. Então, ele entra no esgoto pluvial que vai para o canal da Mendonça Junior e sai no rio Amazonas”, assegurou o engenheiro. (E.B.)

About these ads

23/07/2012 - Posted by | Questões Sociais

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 712 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: